PROGRAMA

Metodologia Projectual Multimédia
Licenciatura em Arte Multimédia
[MPM|AM]

Ano Lectivo 2012-2013 | 1º Semestre

Prof. Mónica Mendes » monica.mendes [at] fba.ul.pt


AULAS | HORÁRIO
Terças: 17:00-18:30 + Quintas: 17:00-20:00 | Sala 3.07

Horário de acompanhamento 
Terças 16:00 + Quintas 20:00-21:30 | Ponto de Encontro: Sala 3.07


CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

Nesta disciplina são proporcionadas referências e práticas para que os alunos venham a apreender e concretizar as diversas etapas de projectos multimédia, individualmente ou em equipas. Os conteúdos essenciais incluem: metodologias, processos iterativos, estruturas não-lineares, terminologia, criadores, software para criatividade, vídeo interactivo, análise de tarefas, usabilidade, prototipagem.
É proposto um projecto que inclui a criação de estruturas não-lineares com nós e links, o enquadramento conceptual e tecnológico e o desenvolvimento de uma proposta final através de:
» investigação para enquadramento artístico e fundamentação científica, » agilização de métodos recorrendo a ferramentas de software
» operacionalização de conceitos através de protótipos
» apresentação e divulgação de conteúdos multimédia – presencialmente e online.


OBJECTIVOS DA UNIDADE CURRICULAR E COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR
Apreender e praticar metodologias para concretização de um projecto multimédia, com uma perspectiva global e atitude crítica.
Criação de estruturas hiperlineares com nós e links e conteúdos multimédia.
Definição de enquadramento teórico conceptual artístico e tecnologias implicadas na sua implementação.

Os alunos ficarão a saber gerar ideias, representá-las através de estruturas não-lineares (como mapas conceptuais) e protótipos multimédia (como vídeo interactivo) e apresentá-las online (como galerias multimédia).


BIBLIOGRAFIA PRINCIPAL

HANNINGTON, Bruce, MARTIN, Bella (2012) Universal Methods of Design: 100 Ways to Research Complex Problems, Develop Innovative Ideas, and Design Effective Solutions, Rockport Publishers.

RIBEIRO, Nuno (2011) Multimédia e Tecnologias Interactivas, 5.ª Edição Atualizada e Aumentada. ed. 5, 1 vol.,FCA – Editora de Informática, Lda., Lisboa, Portugal.

PREECE, Jennifer, ROGERS, Yvonne, SHARP, Helen (2011) Interaction Design: Beyond Human – Computer Interaction, 3rd Edition, John Wiley & Sons Ltd.

REFERÊNCIAS ADICIONAIS

BOLTER, David, GROMALA, Diane (2005) Windows and Mirrors: Interaction Design, Digital Art, and the Myth of Transparency, The MIT Press (Leonardo Books), Cambridge, Massachusetts.

BUXTON, Bill (2007) Sketching User Experiences: Getting the Design Right and the Right Design, Morgan Kaufmann.

GRAU, Oliver (2007) Media Art Histories, Cambridge, Massachusetts Institute of Technology.

HACKOS, JoAnn, REDISH, Janice (1998) User and Task Analysis for Interface Design, New York, Wiley Computer Publishing, John Wiley & Sons, Inc.

LAUREL, Brenda, MOUNTFORD, S. Joy, coord. [1998] The Art of Human-Computer Interface Design, Addison-Wesley Publishing Company.

LOVEJOY, Margot, PAUL, Christiane, VESNA, Victoria (ed), (2011) Context Providers: Conditions of Meaning in Digital Arts, Intellect, UK.

MAEDA, John (2004) Creative Code: Aesthetics and Computation, Thames and Hudson.

MUNARI, Bruno (1997) “Design & Comunicação Visual: Contribuição para uma metodologia didática”, Trad. Daniel Santana, São Paulo: Martins Fontes.


PLATAFORMAS E FERRAMENTAS DE TRABALHO

CONCEPTUALIZAÇÃO
Brainstorming e planeamento através de mapas conceptuais » Vue e/ou Prezi

EDIÇÃO
Edição de vídeo » Lightworks e/ou Final Cut Pro
Conversão de vídeo » VLC e/ou HandBrake
Criação de vídeo interactivo » Korsakow

PUBLICAÇÃO
Blog para comunicar métodos/Processo » https://mpmultimedia201213.wordpress.com
Galeria para apresentação final » http://cargocollective.com/mpmultimedia201213


METODOLOGIA DE ENSINO | AVALIAÇÃO

A disciplina terá avaliação contínua, com conteúdos teóricos apresentados nas aulas, referências para posterior reflexão, e exercícios práticos concretizados com ferramentas multimédia.
Conteúdos: pensamento divergente e convergente, gerar ideias e definir conceito, investigar com enquadramento artístico, tecnológico e científico, agilizar métodos através do recurso a aplicações FLOSS (Free and Open Source Software), operacionalizar conceitos, prototipar, apresentar e divulgar.
A aplicação prática das metodologias projectuais multimédia é concretizada através de diversas etapas nas fases de (I) CONCEITO, (II) DESENVOLVIMENTO e (III) APRESENTAÇÃO.

Projecto
CONCEITO » Etapa 1. Investigação inicial | Etapa 2. Brainstorming de Ideias | Etapa 3. Selecção de Ideia e Especificações
DESENVOLVIMENTO / REPRESENTAÇÃO » Etapa 4. Estrutura do projecto video interactivo  | Etapa 5. Registo, edição e pré-selecção de vídeos | Etapa 6. Integração em Korsakow
APRESENTAÇÃO » Etapa 7. Publicação e Divulgação online.


CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

I. Participação, aprendizagem e concretização dos exercícios nas aulas
II. Concretização das diversas etapas das fases de conceito, desenvolvimento e apresentação do projecto
III. Apresentação e publicação dos resultados.

Na realização das etapas do projecto são valorizados os seguintes aspectos:
criatividade e originalidade, evolução e implementação, apresentação, pesquisa e referências, e cumprimento dos prazos.

[Grelha de avaliação a apresentar na aula].


Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, 2 de Outubro de 2012

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: